Bruce Weaver/AP - 1986
Bruce Weaver/AP - 1986

Cerimônias nos EUA lembram 25º aniversário da tragédia Challenger

Explosão de nave matou sete tripulantes após decolagem, em 28 de janeiro de 1986

Efe,

28 de janeiro de 2011 | 04h02

Os Estados Unidos lembram com várias cerimônias nesta sexta-feira, 28, o 25º aniversário da tragédia da nave Challenger, que explodiu pouco mais de um minuto após sua decolagem matando seus sete tripulantes.

O lançamento foi marcado para 28 de janeiro de 1986 após vários adiamentos, devido ao atraso da missão STS-61C da nave Columbia e ao mau tempo.

No próprio dia marcado, não se sabia se o mau tempo permitiria a decolagem do Centro Espacial Kennedy, na Flórida, mas a equipe responsável pela missão deu sinal verde.

A tripulação era composta pelos astronautas Michael Smith, Dick Scobee, Judith Resnik, Ronald McNair, Ellison Onizuka e Gregory Jarvin, além da professora Christa McAuliffe.

A presença de Christa despertou o interesse dos americanos e em particular das crianças, que seguiram com interesse o lançamento televisionado.

No entanto, pouco mais de um minuto depois do lançamento um defeito nos tanques de combustível causou a explosão da nave.

Na mesma noite, o então presidente Ronald Reagan deveria discursar sobre o Estado da União, mas decretou luto nacional e pronunciou uma mensagem.

Por conta da ocasião, a Nasa realizará diversos atos pelo país. O principal será no próprio Centro Espacial Kennedy, de onde partiu a nave.

Tudo o que sabemos sobre:
EUA, Challenger

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.