Chimpanzé que usava linguagem de sinais ganhará homenagem

A cerimônia em memória da chimpanzé está prevista para o dia 12 de novembro

EFE,

02 de novembro de 2007 | 05h52

Cientistas do Instituto de Comunicações de Humanos e Chimpanzés dos Estados Unidos anunciaram nesta quinta-feira, 1º, que em meados deste mês prestarão uma homenagem póstuma a Washoe, a primeira chimpanzé que teria aprendido o idioma de sinais dos seres humanos. Washoe, que morreu na última terça-feira, podia se comunicar usando sinais. Ela aprendeu o código durante um projeto de pesquisa em Nevada, onde vivia desde 1980, disse o instituto em comunicado. "No momento de sua morte, estava rodeada de sua família e seus amigos mais próximos", acrescentou. Washoe tinha 42 anos. Foi uma longa vida para uma fêmea. A média de longevidade em cativeiro é de 33,5 anos, segundo o instituto. "Ela foi verdadeiramente única ao aprender um idioma humano, que ainda ensinou ao seu filho adotivo", disseram membros do grupo Amigos de Washoe em seu site. Uma fonte do instituto disse que a cerimônia em memória da chimpanzé está prevista para segunda-feira, dia 12 de novembro. Apesar das afirmações do instituto, muitos cientistas puseram em dúvida a verdadeira capacidade da chimpanzé de se comunicar através da linguagem de sinais.

Tudo o que sabemos sobre:
Chimpanzéhomenagem

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.