Cirurgia de Ted Kennedy deve durar cerca de seis horas

Senador foi submetido nesta segunda a um procedimento cirúrgico para retirada de tumor maligno no cérebro

Pam Belluck, do The New York Times,

02 de junho de 2008 | 12h45

O senador Edward M. Kennedy precisou ser submetido na manhã desta segunda-feira, 2, a uma cirurgia para a retirada de um tumor cerebral maligno. A cirurgia, que começou pela manhã, no centro médico Duke University, deve durar aproximadamente seis horas. O médico responsável pelo procedimento é Dr. Allan Friedman, segundo informa o jornal The New York Times.   Veja também: Ted Kennedy será operado de câncer cerebral nesta segunda Veja o perfil do senador Ted Kennedy   Ted Kennedy, de 76 anos, foi diagnosticado em maio com um glioma (tipo de tumor) maligno localizado lóbulo parietal esquerdo do cérebro.   Em comunicado, o escritório do senador afirmou que ele pretende ficar no hospital por uma semana e depois retornar para Massachusetts, onde começará o tratamento de quimioterapia e radioterapia no Hospital de Massachusetts, onde o senador foi diagnosticado com a doença, após sofrer uma convulsão em sua casa.   Na nota, Kennedy diz que ele e sua esposa Vicki, "junto com a excelente equipe médica do Hospital de Massachusetts, achamos que o melhor para esta minha situação era a cirurgia seguida de quimioterapia e radioterapia". Não foi informado quanto tempo o tratamento de Kennedy irá durar.   O senador afirmou ainda que depois do tratamento, pretende voltar para o Senado dos Estados Unidos e "fazer tudo que posso para ajudar a eleger Barack Obama como nosso próximo presidente".   Segundo o Instituto Nacional de Câncer dos EUA, o glioma maligno, a forma mais comum de câncer cerebral, atinge cerca de 9 mil pessoas todos os anos no país.

Mais conteúdo sobre:
Edward Kennedytumor cerebral

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.