Com chegada do frio e Sandy, NY pode ter falta de combustível

Residentes do nordeste dos Estados Unidos que têm a sorte de ter um telhado sobre suas cabeças depois do furacão Sandy agora enfrentam um novo problema: a falta de combustível para aquecimento e quedas de energia generalizadas o que significa que algumas casas podem sofrer com o clima que se torna mais frio com a chegada do inverno no hemisfério Norte.

Reuters

03 de novembro de 2012 | 10h41

A onda de frio na cidade de Nova York - com temperaturas previstas para cair na faixa de 2 graus Celsius no início da próxima semana - está levantando preocupações de que os moradores das áreas atingidas pela tempestade em Nova York, New Jersey ou Connecticut poderiam ficar sem aquecimento à medida que se recuperam de uma das piores tempestades da história dos EUA.

Em algumas das áreas de Nova York, distribuidoras de combustível para aquecimento já foram obrigados a racionar suprimentos.

O combustível é usado em cerca de 5,8 milhões casas no nordeste norte-americano, o maior mercado mundial de combustível de aquecimento. Em algumas áreas atingidas pela tempestade, a distribuição quase entrou em colapso.

(Por Joshua Schneyer e Edward McAllister)

Tudo o que sabemos sobre:
EUASANDYCOMBUSTIVEL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.