Comissão de Finanças aprova pacote de saúde de Obama

Proposta do presidente ainda passará por votação com todos os parlamentares no Senado americano

Associated Press,

13 de outubro de 2009 | 16h18

A Comissão de Finanças do Senado dos EUA aprovou nesta terça-feira, 13, por 14 votos a nove, a reforma do sistema de saúde proposta pelo presidente Barack Obama. Ainda que não definitiva, a aprovação representa uma significativa vitória política para o presidente americano.

 

A Comissão aprovou as leis que estão de acordo com a maioria das propostas de Obama para expandir a cobertura e diminuir os preços dos planos de saúde nos EUA. A reforma no sistema de saúde era a prioridade do governo em território americano.

 

A medida, entretanto, ainda passará por uma sessão com votação de todo o Senado. Os parlamentares estão preparando seu próprio pacote de leis, e ambas as propostas deverão ser conciliadas.

 

Obama espera pelo apoio dos dois partidos. Apenas uma senadora republicana da Comissão, Olympia Snowe, se absteve da votação.

 

Os EUA são o único país desenvolvido que não tem um sistema abrangente de atendimento para saúde, o que deixa cerca de 50 milhões de pessoas sem esse tipo de atendimento. De acordo com o projeto todos os americanos terão de ter um plano de saúde, seja por meio de seus empregadores, de um programa do governo ou por conta própria.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.