Congresso dos EUA aprova US$1 tri para fundos militar e social

Veteranos de guerra são beneficiados por medida; projeto que libera verba para guerra não é incluído na pauta

RICHARD COWAN, REUTERS

09 de novembro de 2007 | 08h48

O Congresso dos Estados Unidos,liderado pelo Partido Democrata, aprovou na quinta-feira maisde um trilhão de dólares para as Forças Armadas, programas desaúde de veteranos de guerra e programas sociais domésticos. Ao aprovar uma legislação de 600 bilhões de dólares queexcedeu um pedido do presidente George W. Bush em cerca de 10bilhões de dólares, os democratas cumpriram uma promessa decampanha feita no ano passado de promover programas de saúde,educação e de trabalho, muitos dos quais beneficiando os maispobres. Ainda não está claro, contudo, se o presidente assinará umasegunda legislação aprovada na quinta que daria ao Pentágonocerca de 460 bilhões de dólares para o ano fiscal que começouem 1o de outubro -- 3,5 bilhões de dólares a menos que oesperado por Bush. Para decepção do governo, os fundos militares aprovados nãoincluem 196 bilhões de dólares adicionais para as guerras noIraque e no Afeganistão. O Congresso vai considerar esteassunto em outra ocasião.

Tudo o que sabemos sobre:
EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.