Conselheira de Bush para segurança pede demissão

A conselheira do presidente dosEstados Unidos, George W. Bush, para a área de combate aoterrorismo e segurança interna renunciou. A informação destasegunda-feira é do próprio Bush. Fran Townsend adere assim, 14 meses antes do final daPresidência de Bush, a um grupo de assessores do primeiroescalão que pediu demissão recentemente. Em um comunicado, o dirigente dos EUA disse que Townsend"sempre ofereceu conselhos inteligentes sobre como proteger apopulação norte-americana da ameaça do terrorismo". "Ela mostrou-se uma líder fiel no esforço para prevenir eatrapalhar ataques e para responder melhor a desastresnaturais", disse o presidente. Bush não informou o motivo dasaída de Townsend. A ex-conselheira, que estava no cargo há quatro anos emeio, também já trabalhou como promotora em Nova York e comovice-assessora nacional para a área de segurança. O cargo atualfoi criado depois dos ataques de 11 de setembro de 2001 contraos EUA. A renúncia coloca Townsend em uma lista de funcionários doprimeiro escalão que renunciaram a seus cargos nos últimosmeses. Karl Rove, conselheiro da Presidência, afastou-se emagosto, Tony Snow, secretário de Imprensa da Casa Branca, emsetembro, e Dan Barlett, conselheiro da Casa Branca, em junho.Alberto Gonzalez, outro membro do círculo de poder de Bush,deixou o cargo de procurador-geral em agosto devido a pressõesexternas. (Reportagem de Matt Spetalnick)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.