Conselho da ONU vota a favor de manter missão na Geórgia

O Conselho de Segurança da ONU decidiu na quinta-feira, por unanimidade, renovar por mais quatro meses o mandato da missão da ONU em uma região separatista da Geórgia, para dar tempo da Rússia e do Ocidente chegarem a um acordo sobre o papel da ONU na região no longo prazo. O mandato da missão da ONU na Geórgia, ou Unomig, agora expira no dia 15 de fevereiro de 2009. A Unomig está na Geórgia desde 1993 e seus mais de 120 observadores militares estão limitados à Abkházia, sem acesso à Ossétia do Sul, a região que o governo georgiano tentou retomar em agosto, provocando uma invasão russa. Não ficou claro de a Unomig poderá continuar no papel de observadora militar. A Rússia acusa o secretariado da ONU de ser tendencioso em relação à guerra na Geórgia. A campanha militar russa na Geórgia foi amplamente criticada pelos Estados Unidos e pela Europa, além de reacender as tensões entre Moscou e Washington da forma mais intensa já vista depois do fim da Guerra Fria. (Por Louis Charbonneau)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.