Cônsul da Nicarágua é encontrado morto em Nova York

O cônsul da Nicarágua em Nova York foi encontrado morto com a garganta cortada na quinta-feira, disseram autoridades, na semana em que acontece a Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU).

REUTERS

23 de setembro de 2010 | 18h19

César Mercado, de 34 anos, estava baseado em Nova York e trabalhava em um escritório perto da sede da ONU em Manhattan.

O serviço de emergências médicas o encontrou morto ao chegar a um apartamento no bairro do Bronx depois de responder a uma ligação, disse uma porta-voz da polícia.

Um comunicado da polícia disse que ele sofreu uma laceração no pescoço, mas não forneceu mais detalhes da investigação.

O canal NY1, citando a polícia, disse que uma faca foi encontrada no local.

O vice-representante permanente na missão da Nicarágua na ONU, Danilo Rosales Díaz, identificou o corpo de Mercado. Ele disse que ainda não poderia comentar as circunstâncias da morte do diplomata.

(Reportagem de Daniel Trotta e Helen Popper)

Tudo o que sabemos sobre:
EUANICARAGUAMORRE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.