Contingente dos EUA no Iraque deve cair a 140 mil em julho

Os Estados Unidos esperam mantercerca de 140 mil soldados no Iraque em julho, quando termina aretirada parcial atualmente em curso, disse o Pentágono nasegunda-feira. Isso significa que o contingente continuará sendo cerca de8.000 soldados acima do que havia no começo de 2007, quando opresidente George W. Bush determinou o envio de reforços. O general Carter Ham, diretor de operações do Estado-MaiorConjunto dos EUA, disse também que é cedo para dizer se apresença militar norte-americana no Iraque pode cair neste anoabaixo dos 138 mil soldados que havia antes do envio dereforços. "No Iraque, estamos agora projetando aproximadamente 140mil tropas ali em julho", disse Ham a jornalistas. "Certamentehá uma plena expectativa de que haja mais reduções. Quando elascomeçam e a que ritmo vão continuar -- é prematuro falar nissoa essa altura." Atualmente, os EUA têm cerca de 158 mil militares noIraque. A situação no país melhorou desde o envio de reforços,mas comandantes alertam que a segurança permanece precária, oque inviabilizaria reduções mais expressivas. (Reportagem de Andrew Gray)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.