Coreia do Norte teria até seis armas nucleares, diz Hillary

Coreia do Norte teria até seis armas nucleares, diz Hillary

Junto com Irã, país representa 'exceção a regra' na nova política americana

10 de abril de 2010 | 12h53

WASHINGTON - A Secretária de Estado americana Hillary Clinton afirmou que a Coreia do Norte teria "entre uma e seis armas nucleares", uma quantificação singular da ameaça representada pelo regime comunista, segundo a agência de notícias AFP.

 

"Sabemos que a Coreia do Norte possue entre uma e seis armas nucleares", disse Clinton na sexta-feira durante uma palestra na Universidade de Kentucky, em Louisville, citando o país e o Irã como Estados que "decidiram possuir armas nucleares e continuaram assim no futuro".

 

"É por isso que intensificamos nossos esforços internacionais contra esses países, com o objetivo de 'desnuclearizar' a península coreana e impedir que o Irã possua arma nuclear", acrescentou a secretária.

 

No marco de uma nova doutrina nuclear revelada na quarta-feira pela administração de Barack Obama, os Estados Unidos se comprometeu a não utilizar armas atômicas contra um adversário que não as tenhas e que respeite as regras do Tratado de Não-Proliferação Nuclear (TNP). O Irã e a Coreia do Norte constituem, entretanto, a exceção à regra.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.