Jonathan Ernst/Reuters
Jonathan Ernst/Reuters

Crimes violentos caem nos EUA em 2011, diz FBI

Relatório estatístico regular do FBI não indicou motivo para a queda na criminalidade

REUTERS

19 de dezembro de 2011 | 13h56

WASHINGTON - Homicídios, estupros e outros crimes violentos caíram drasticamente nos Estados Unidos nos primeiros seis meses de 2011, continuando com uma tendência de baixa que dura quatro anos e meio, relatou o FBI nesta segunda-feira, 19.

A agência policial federal dos EUA afirmou que os dados preliminares referentes ao período que vai de janeiro a junho indicaram que o número de crimes violentos caiu 6,4 por cento em relação ao ano anterior, puxado por uma queda de 5,7 por cento nos homicídios e de 5,1 por cento nos estupros.

Em outras categorias de crimes violentos, os roubos caíram 7,7 por cento e as agressões em circunstâncias agravantes caíram 5,9 por cento.

O relatório estatístico regular do FBI não indicou nenhum motivo para a queda na criminalidade em todo o país. Os números mais recentes, porém, forneceram novas evidências da inexistência de um aumento nos crimes coincidindo com as condições econômicas severas e o alto desemprego.

O relatório tem como base informações de mais de 12.500 delegacias e outras agências de segurança ao redor do país.

Os crimes violentos caíram na mesma proporção em todas as quatro regiões do país, incluindo as grandes cidades, as cidades menores e as áreas rurais.

Tudo o que sabemos sobre:
EUACRIMINALIDADE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.