Steven Senne/Arquivo/AP
Steven Senne/Arquivo/AP

Dezessete pessoas abandonam navio no caminho do furacão Sandy

CAROLINA DO NORTE - Dezessete pessoas que estavam na réplica do navio HMS Bounty abandonaram a embarcação após ficarem presas na costa da Carolina do Norte, no caminho do furacão Sandy, informou a Guarda Costeira dos EUA nesta segunda-feira, 29. "As 17 pessoas da tripulação vestiram trajes para sobrevivência em água gelada e coletes salva-vidas antes de entrarem em dois barcos salva-vidas com abrigos para 25 pessoas", informou a Guarda Costeira em comunicado.

Reuters

29 de outubro de 2012 | 10h06

 

Veja também:

linkSandy causa a maior paralisação em Nova York desde o 11/9

forum PARTICIPE: Envie vídeos, fotos e o seu relato

som LÚCIA GUIMARÃES: Tempestade 'perfeita'

 

O navio, que foi construído para o filme "Mutiny on the Bounty" ("O Grande Motim"), de 1962, estava a 145 quilômetros a sudeste de Hatteras, ou a 260 quilômetros do centro do furacão Sandy, que está a caminho da Costa Leste dos EUA. Um avião Hércules C-130 estava em contato com a tripulação enquanto sobrevoava a área e a Guarda Costeira estava determinando se um navio de resgate ou uma aeronave era o melhor para salvar os tripulantes, de acordo com o oficial David Weydert.

O navio Bounty original, uma embarcação britânica, ficou famosa por um motim em 1789 no Taiti. O filme de 1962 foi estrelado por Marlon Brando como o líder do motim Fletcher Christian. A réplica do navio apareceu em uma série de documentários e em outros filmes, incluindo "Piratas do Caribe", de acordo com o site do navio.

Tudo o que sabemos sobre:
SandyEUAfuracãoHMS Bounty

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.