Dois agentes do FBI são baleados perto de protestos em Ferguson

Dois agentes do FBI são baleados perto de protestos em Ferguson

Segundo polícia, incidente não está diretamente relacionado às manifestações contra decisão de não indiciar policial Darren Wilson

O Estado de S. Paulo

26 Novembro 2014 | 10h53

Dois agentes do FBI foram feridos a tiros em uma casa no norte do condado de St. Louis nesta quarta-feira, 26, embora o incidente não tenha sido "diretamente relacionado" aos distúrbios causados pela tensão racial em Ferguson, que fica nas proximidades do incidente, disse uma porta-voz do FBI.

Um agente foi atingido por um tiro no ombro e outro por um tiro na perna enquanto auxiliavam a polícia local na execução de um mandado de prisão, disse a porta-voz do FBI Rebecca Wu, em um breve comunicado. Os agentes não correm risco de morrer. "O incidente não esta diretamente relacionado aos protestos em Ferguson", disse Wu, sem elaborar mais a fundo.

Cerca de 2 mil membros da Guarda Nacional ajudaram a conter uma segunda noite de incêndios criminosos e saques nos subúrbios de St. Louis, após um júri ter se negado a indiciar um policial branco pela morte a tiros de um adolescente negro desarmado, provocando uma onda de protestos por várias cidade dos EUA.

O incidente desta quarta-feira com os agentes do FBI ocorreu horas depois de um confronto entre policiais e manifestantes em Ferguson. / REUTERS

Mais conteúdo sobre:
EUAFBIFergusonMissouri

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.