Enfermeira de Dallas está 'estável'; treinamento de profissionais será ampliado

O diretor do Centro de Prevenção e Controle de Doenças dos EUA, (CDC), Thomas Frieden, disse nesta segunda-feira que a enfermeira de Dallas que contraiu Ebola ao cuidar de um paciente que morreu devido ao vírus está "clinicamente estável", e afirmou que a agência vai ampliar o treinamento dos profissionais do sistema de saúde dos EUA.

REUTERS

13 de outubro de 2014 | 13h55

Segundo ele, "apenas uma única pessoa" teve contato com a enfermeira de Dallas com Ebola enquanto ela poderia transmitir a doença.

O diretor do CDC disse também que ainda não sabe como a enfermeira contraiu Ebola em uma unidade hospitalar de isolamento.

(Reportagem de Julie Steenhuysen, em Chicago)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAENFERMEIRAEBOLAESTAVEL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.