Enorme incêndio na chegada de Sandy destrói dezenas de casas em NY

Um enorme incêndio que começou conforme a tempestade Sandy chegava à cidade da Nova York com ventos quase com força de furacão, na noite de segunda-feira, destruiu dezenas de casas em um dos bairros mais afastados da cidade, disseram autoridades.

Reuters

30 de outubro de 2012 | 08h57

A localidade Breezy Point, no Queens, foi inundada pelo aumento recorde do nível da água provocado por Sandy, e bombeiros tiveram dificuldade para controlar o incêndio, segundo um porta-voz do Departamento de Bombeiros de Nova York.

Não houve registro de nenhuma vítima de imediato e a causa do incêndio ainda está sob investigação.

Uma mensagem no Twitter oficial dos bombeiros informou que 50 ou mais casas foram destruídas pelo incêndio. O fogo ainda não estava sob controle por volta das 5h do horário local (7h do horário de Brasília), informaram os bombeiros.

Breezy Point é uma localidade com uma praia privativa na região de Rockaway, uma pequena faixa de terra pouco acima do nível do mar que entra no Oceano Atlântico, a sudoeste do Aeroporto Internacional John F. Kennedy.

O local é um dos vários bairros da cidade de Nova York que estão sob ordem de retirada obrigatória da população, à medida que Sandy, uma das maiores tempestades a atingir os Estados Unidos em todos os tempos, avançou do sudeste.

De acordo com uma informação da WABC-TV, de Nova York, dezenas de moradores decidiram não obedecer a ordem de retirada e até 40 pessoas tiveram de ser resgatadas de suas casas pelos bombeiros conforme o incêndio aumentava, levado por ventos de 112 km/h.

Um porta-voz dos bombeiros não pôde confirmar a informação da emissora sobre os resgates.

(Reportagem de Dan Burns)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAINCENDIOSANDY*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.