ENTREVISTA-Bush diz que presidente paquistanês é um 'aliado'

O presidente George W. Bushclassificou na quinta-feira o presidente do Paquistão, PervezMusharraf, como aliado dos Estados Unidos na luta contra oterrorismo e disse que ele deve trabalhar com o vencedor daseleições marcadas para o próximo mês. O Paquistão adiou as eleições gerais de 8 de janeiro para18 de fevereiro depois que a líder oposicionista Benazir Bhuttofoi assassinada, na semana passada. "Acredito que quem quer que ganhe as eleições é alguém comquem o presidente Musharraf deve trabalhar, e claro, seremos umforte aliado do Paquistão", disse Bush em entrevista à Reutersna Casa Branca. "Sempre fui um apoiador do presidente Musharraf", afirmouBush, acrescentando que tomou essa posição porque o líderpaquistanês tem sido forte na luta contra o terrorismo eprometeu deixar seu posto militar e convocou eleições. "Ele é um aliado", completou Bush. O assassinato de Bhutto atirou o Paquistão numa crise,levantando questões sobre quem está por trás do ataque emRawalpindi. Musharraf disse que militantes ligados à al Qaeda foramresponsáveis pelo atentado e negou que as forças de segurançado Paquistão estejam envolvidas. (Por Tabassum Zakaria)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.