Estacionamento da ONU é esvaziado por suspeita de bomba

Rastreador detectou um fluído estranho, o que despertou suspeitas de um possível carro-bomba na sede

Associated Press,

06 de dezembro de 2008 | 04h00

As autoridades fecharam três pisos da garagem subterrânea da sede da ONU, na noite de sexta-feira, 5, depois que um rastreador detectou um fluído estranho, o que despertou suspeitas de que um carro-bomba se encontrava em algum lugar do imóvel. Uma unidade do esquadrão antibombas do Departamento de Polícia de Nova York foram ao local. Bombeiros ajudaram a isolar a área em frente ao veículo de um funcionário do organismo, durante uma inspeção de rotina. Duas horas depois, os policiais deixaram o prédio e funcionários afirmaram que não havia problema algum.

Tudo o que sabemos sobre:
Nova YorkONUsuspeita de bomba

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.