Estado de Nova York celebra primeiro casamento gay

A febre de casamento atingiu Nova York no domingo, enquanto centenas de casais de gays e lésbicas fizeram fila para se casar no primeiro dia que o casamento homossexual foi legalizado no Estado.

REUTERS

24 de julho de 2011 | 14h48

No oeste de Nova York, duas mulheres, ambas avós, se tornaram o primeiro casal do mesmo sexo legalmente casado pouco depois da meia noite, com as tradicionais cataratas de Niagara como pano de fundo para a cerimônia.

Kitty Lambert, 54, e Cheryle Rudd, 53, de Buffalo, Nova York, casaram-se no parque das cataratas Niagara, perto da fronteira Estados Unidos-Canadá.

As mulheres, com cinco filhos adultos de casamentos anteriores, juntaram-se a várias centenas de amigos, familiares, simpatizantes e até mesmo um grupo de turistas para o primeiro casamento entre pessoas do mesmo sexo desde que o governador de Nova York, Andrew Cuomo, sancionou a lei de casamento gay em 24 de junho.

Lambert, gerente de uma galeria de arte, engasgou durante o serviço religioso ao responder "Sim, sim, sim!" quando perguntada se estaria fazendo a escolha de sua própria vontade.

"Estamos alcançando o real sonho norte-americano de ser tratada como todo mundo e ser protegida em todas essas leis", disse Lambert mais tarde.

(Por Basil Katz e Neale Gulley)

Tudo o que sabemos sobre:
EUACASAMENTOGAY*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.