Estados Unidos planejam transferir seis de Guantánamo

A ação é parte do esforço para acabar com a prisão, instalada em Cuba, até o começo de 2010

Reuters

20 de agosto de 2009 | 02h20

A administração do presidente Barack Obama planeja transferir seis prisioneiros da cadeia de Guantánamo, disse na quarta-feira, 9, um funcionário norte-americano. A ação é parte do esforço para acabar com o controvertido fechamento da prisão, previsto para o começo de 2010.

 

Entre os réus estão aqueles que previamente haviam recebido a ordem de liberdade a partir da justiça dos Estados Unidos ou cuja liberdade foi aprovada durante a revisão processual da administração de Obama, assinalou um funcionário do Departamento de Justiça.

 

Obama prometeu fechar a prisão em janeiro de 2010. A cadeia começou a operar em 2002 durante a gestão do presidente George W. Bush para prender suspeitos de terrorismo após os ataques de 11 de setembro de 2001.

 

Cerca de 229 permanecem encarcerados na prisão estabelecida em uma base norte-americana em Cuba. O local foi amplamente criticado pela detenção de suspeitos durante anos sem serem submetidos a julgamento.

Tudo o que sabemos sobre:
GuantánamoEstados UnidosBarack Obama

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.