Estados Unidos têm 49 milhões de pobres, indica censo

Novo método de levantamento aponta 16% da população americana está na linha de pobreza

Reuters

07 de novembro de 2011 | 16h23

WASHINGTON - O número de pessoas vivendo na pobreza nos Estados Unidos chegou a um recorde de 49,1 milhões em 2010, segundo dados de um novo levantamento publicado nesta segunda-feira, 7, pelo Escritório de Censo do país. O número diverge de um dado divulgado em setembro, de acordo com o qual havia 46,2 milhões de pessoas pobres nos país.

O novo método de pesquisa está desenhado para oferecer uma visão mais completa sobre a pobreza, levando em conta os benefícios do governo recebidos pelos pobres e os gastos. O índice de referência oficial centra-se mais estreitamente nos salários em vigor.

As cifras revisadas mostram menores taxas de pobreza de crianças e pessoas negras, mas maiores para brancos, asiáticos, hispânicos e pessoas da terceira idade com altos gastos médicos.

Os dados relatados na segunda-feira mostraram que a taxa nacional de pobreza é de 16% da população total, comparada à taxa oficial de 15,1% divulgada em setembro.

Os últimos números também elevam a linha de pobreza a uma renda anual de US$ 24.343 para uma família de dois adultos e duas crianças, em comparação com US$ 22.113 anuais sob o padrão oficial.

Tudo o que sabemos sobre:
EUApobreza

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.