Esteroide associado a meningite pode ter afetado 13 mil nos EUA

Cerca de 13 mil pessoas em 23 Estados norte-americanos podem ter recebido injeções de um esteroide associado a um raro surto de meningite causada por fungos, que já matou oito pessoas, disse o Centro de Prevenção e Controle de Doenças dos Estados Unidos nesta segunda-feira.

Reuters

08 de outubro de 2012 | 21h09

O CDC calculou pela primeira vez o número de pacientes potencialmente afetados, após dizer anteriormente apenas que poderiam ser milhares. Mas é improvável que o número de pessoas com a doença se torne tão expressivo.

Até agora, 105 casos da forma rara de meningite foram confirmados em nove Estados. No Tennessee, que concentra mais casos, mais uma pessoa morreu, elevando a oito o total de mortos no país, disseram o CDC e autoridades estaduais nesta segunda-feira.

O esteroide é usado como analgésico, geralmente para as costas. A meningite é uma infecção das membranas que recobrem o cérebro e a coluna vertebral, e os pacientes começaram a apresentar sintomas entre uma e quatro semanas depois das aplicações.

(Reportagem de Tim Ghianni)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAMENINGITEESTEROIDE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.