EUA acusam Rússia de disparar artilharia contra bases militares ucranianas

Objetivo seria atingir posições militares da Ucrânia

REUTERS

24 de julho de 2014 | 15h30

Os Estados Unidos afirmaram nesta quinta-feira que a Rússia está disparando artilharia através da fronteira com a Ucrânia com o objetivo de atingir posições militares ucranianas no conflito contra os separatistas pró-russos.

"Temos novas evidências de que os russos pretendem entregar lançadores de foguetes mais pesados e mais potentes para as forças separatistas na Ucrânia, e temos evidências de que a Rússia está disparando artilharia de dentro da Rússia para atacar posições militares ucranianas", disse a porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Marie Harf.

Em uma coletiva de imprensa regular, Harf afirmou que a informação foi baseada em relatórios de inteligência.

(Reportagem de David Storey)

Tudo o que sabemos sobre:
EUARUSSIAUCRANIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.