EUA adiam saída de até mil soldados do Afeganistão

Os Estados Unidos vão atrasar a retirada de até mil soldados do Afeganistão, disse o secretário de Defesa norte-americano Chuck Hagel neste sábado, acrescentando que eles podem ficar lá até os primeiros meses de 2015.

REUTERS

06 de dezembro de 2014 | 11h18

Hagel, confirmando oficialmente uma mudança no cronograma divulgada pela Reuters, disse que as forças do país no Afeganistão poderiam cair para 10,8 mil soldados no início do próximo ano, em vez de 9,8 mil, como originalmente planejado.

"Mas a autorização do presidente não vai mudar as missões das nossas tropas ou o cronograma de longo prazo para o nossa saída completa", disse Hagel.

Os EUA planejam tirar 5,5 mil soldados em 2016 e passar a ter apenas uma presença simbólica em 2017.

(Reportagem de Phil Stewart)

Mais conteúdo sobre:
EUAAFEGANISTA0ADIAMENTO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.