EUA atacam alvos do Estado Islâmico e grupo ligado à Al Qaeda na Síria

Ataques aéreos liderados pelos Estados Unidos atingiram 10 unidades de combatentes do Estado Islâmico na Síria nos últimos dias, assim como militantes do Grupo Khorasan, ligado à Al Qaeda, afirmou o Comando Central norte-americano em comunicado nesta sexta-feira.

REUTERS

14 de novembro de 2014 | 16h52

Dezessete ataques perto da cidade fronteiriça síria de Kobani também destruíram 10 posições de combate, um edifício e vários veículos, além de atingir as unidades militantes, disse o comunicado. Um ataque perto de Raqqa também destruiu um campo de treinamento do Estado Islâmico.

Perto de Aleppo, na Síria, outro ataque aéreo atingiu combatentes associados ao Grupo Khorasan, que autoridades norte-americanas disseram que está tramando ataques nos EUA e em outros lugares, disse o Comando Central.

O comunicado não diz quantos combatentes foram atingidos.

Ao todo, os ataques mais recentes liderados pelos EUA realizados de quarta-feira a sexta-feira incluíram 19 ataques aéreos contra o Estado Islâmico na Síria e 16 contra o grupo militante no Iraque, de acordo com a declaração, juntamente com o ataque contra o Grupo Khorasan na Síria.

(Reportagem de Susan Heavey)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAIRAQUEATAQUES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.