AP
AP

EUA aumentam estimativa de número de soldados do Estado Islâmico

De 10 mil homens segundo a avaliação de junho, a estimativa dos órgãos de inteligência chegaram a algo entre 20 mil e 31,5 mil

REUTERS

12 de setembro de 2014 | 17h34

Os órgãos de inteligência dos Estados Unidos aumentaram consideravelmente a estimativa do número de soldados do Estado Islâmico no Iraque e na Síria para algo entre 20 mil e 31,5 mil. Em junho, a estimativa era de 10 mil homens.

Um porta-voz da CIA disse que a nova avaliação reflete o aumento nos recrutamentos do grupo radical islâmico desde junho "após episódios bem sucedidos no campo de batalha, a declaração do califado, mais atividades no campo de batalha, e inteligência adicional".

A estimativa é baseada em relatórios de inteligência feitos entre maio e agosto e foi compartilhada nesta semana com o Congresso e com autoridades do governo norte-americano.

O presidente Barack Obama anunciou na quarta-feira a extensão dos ataques militares dos EUA do Iraque para a Síria, e está tentando construir uma coalizão internacional para combater o Estado Islâmico não só militarmente, mas também politicamente e economicamente.

(Reportagem de Warren Strobel)

Mais conteúdo sobre:
EUAESTIMATIVASOLDADOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.