EUA cogitam novas propostas sobre CO2, dizem fontes

O governo Bush está debatendo aadoção de um sistema compulsório de controle das emissões degases do efeito estufa, e um anúncio pode ser feito ainda nestasemana, segundo fontes do setor ouvidas na segunda-feira. Não está claro que forma esse plano assumiria, segundoessas fontes, que pediram anonimato devido à natureza dasdeliberações. Uma possibilidade seria um projeto de lei enviadoao Congresso. "Claramente a Casa Branca está pesando algumas novas opçõespara tratar da política climática além das abordagens adotadasaté agora", disse uma fonte do setor. "Todos os sinais sugeremque algo está em preparação." Também não está claro, segundo essas fontes, se haveráregras relacionando limites e a comercialização de créditos decarbono. A adoção de limites compulsórios às emissões de carbonorepresentaria uma grande guinada do governo Bush na questãoclimática, já que durante anos ele insistia que issoprejudicaria a economia dos EUA. Dana Perino, porta-voz da Casa Branca, evitou nasegunda-feira comentar os rumores sobre uma iminente novapolítica climática, mas tampouco os desmentiu. Bush deve falar na quinta-feira no Jardim das Rosas da CasaBranca aos vencedores do Prêmio Juventude Ambiental doPresidente. Também nesta semana, funcionários do governoparticipam de negociações climáticas internacionais em Paris. O Senado deve discutir em junho propostas sobre reduçõescompulsórias do carbono. Os EUA são os maiores emissores mundiais de dióxido decarbono, o principal dos gases do efeito estufa. Mas o governoBush diz que seria injusto obrigar seu país a reduzir asemissões sem cobrar nada em troca de grandes países emdesenvolvimento, especialmente China e Índia. Para análises adicionais sobre o mercado de carbono e amudança climática, entre na comunidade Reuters do carbono --http://www.reutersinteractive.com/carbon.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.