EUA comemoram 65 anos do fim da 2ª Guerra Mundial com beijo coletivo

Em NY, casais relembraram beijo entre marinheiro e enfermeira que marcou rendição do Japão

Efe,

14 de agosto de 2010 | 19h04

 

WASHINGTON- Casais americanos comemoraram neste sábado, 14, com um grande beijo os 65 anos do fim da II Guerra Mundial, perto da estátua que reproduz o famoso beijo entre um marinheiro e uma enfermeira, em Times Square, Nova York.

 

Veja também:

link Morre enfermeira da foto da Times Square

 

No dia 14 de agosto de 1945, o então presidente americano Harry Truman anunciou a rendição do Japão e o esperado fim da guerra.

 

A notícia foi recebida com grande alegria nas ruas americanas e, em um ato de espontaneidade, um marinheiro anônimo beijou todas as mulheres que passeavam pela praça em Nova York.

 

O fotógrafo Alfred Eisenstaedt captou com sua câmera o beijo que o marinheiro deu em uma jovem enfermeira que passava por ali e que, com o passar do tempo, se tornou um símbolo do V-J Day, o Dia da Vitória sobre o Japão.

 

Em torno da estátua, em Times Square, centenas de casais de todas as idades se reuniram hoje e todos se beijaram ao mesmo tempo para lembrar o dia.

 

O evento foi organizado por uma aliança de organizações e indivíduos ligados à campanha "Keep the Spirit of '45 Alive" ("Mantenha o Espírito de 45 Vivo"), para conscientizar as pessoas sobre os eventos de 1945.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.