EUA condenam motorista de Bin Laden em Guantânamo

Um júride autoridades militares condenou na quarta-feira o motoristade Osama Bin Laden por dar apoio material ao terrorismo, mas oabsolveu da acusação de dar suporte material à Al Qaeda. Este éo primeiro julgamento de crimes de guerra nos Estados Unidosdesde a Segunda Guerra Mundial. O caso do motorista iemenita Salim Hamdan, que pode sersentenciado à prisão perpétua, é o primeiro grande teste dopolêmico tribunal de Guantânamo. O tribunal foi autorizado pelaadministração Bush a processar detidos estrangeiros poracusações de terrorismo, fora das cortes civis e militarescomuns. (Por Jane Sutton)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.