EUA congelam ativos de colombiano ligado às Farc

O Tesouro dos Estados Unidos congelou nesta quinta-feira os ativos de um empresário colombiano que supostamente faz lavagem de dinheiro para as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

REUTERS

20 de agosto de 2009 | 12h04

O Tesouro afirmou que José Cayetano Melo Perilla, colombiano que mora na Costa Rica, é traficante de drogas e um importante contato financeiro para as Farc.

"Ainda que as ações recentes do governo colombiano tenham abalado significativamente as Farc, elas continuam a ser o principal traficante de narcóticos fora da Colômbia", disse Adam Szubin, diretor do departamento do Tesouro para o controle de ativos estrangeiros, em comunicado.

O Tesouro também congelou os ativos de quatro companhias comandadas por Melo Perilla: uma empresa de hidropônicos baseada na Colômbia, uma produtora de tomates na Costa Rica, uma imobiliária e construtora na Venezuela e um estacionamento comercial em Bogotá. Cidadãos e empresas dos Estados Unidos estão agora proibidos de fazer qualquer acordo com Melo Perilla ou com essas quatro companhias.

(Reportagem de Alister Bull)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAFARCATIVOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.