EUA destinam US$ 32 milhões para vítimas da crise quirguiz

Cerca de um milhão de pessoas estão desabrigadas por conta da violência étnica no sul do Quirguistão

EFE

19 de junho de 2010 | 08h57

MOSCOU - O subsecretário de Estado americano, Robert Blake, anunciou neste sábado, 19, em Bishkek que os Estados Unidos destinarão US$ 32 milhões para ajuda humanitária aos cerca de um milhão de desabrigados pela violência étnica no sul do Quirguistão.

 

"Os EUA entregarão US$ 32,267 milhões ao programa de assistência humanitária para as necessidades básicas das pessoas deslocadas", informou o Governo provisório quirguiz após a reunião de Blake com a presidente interina, Rosa Otunbayeva.

 

Veja também:

linkMortos em conflitos no Quirguistão podem chegar a 2 mil, diz governo

linkONU enviará US$ 71 mi ao Quirguistão como ajuda de emergência

mais imagens Imagens dos conflitos éticos entre quirguiz e usbeques

 

Blake informou ao líder quirguiz sobre os resultados de sua visita na véspera aos campos de refugiados no Uzbequistão, que acolhem cerca de 100 mil cidadãos do Quirguistão da etnia uzbeque que fugiram da violência em seu país, segundo a agência "AKIpress".

 

Rosa, por sua vez, compartilhou as impressões da visita que realizou ontem à cidade de Osh, principal foco da violência étnica no sul do pas, onde prometeu reconstruir o mais rápido possível as casas destruídas para possibilitar o retorno dos refugiados.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.