EUA devem cancelar exercício naval com a Rússia

Os Estados Unidos devem cancelar umexercício naval que fariam com a Rússia, como forma deenfatizar sua insatisfação com a ação militar na Geórgia, disseum dirigente do Pentágono na terça-feira. Esse exercício anual, conhecido pela sigla Frukus, envolvetambém barcos de Grã-Bretanha e França. Ele deveria começar nasemana que vem na costa de Vladivostok, porto russo noPacífico. "Com toda probabilidade ele será cancelado", disse a fonteoficial, pedindo anonimato, pois a decisão ainda não foioficializada. O presidente dos EUA, George W. Bush, e outras autoridadesnorte-americanas criticaram duramente a Rússia pela reação àofensiva da Geórgia, que na semana passada tentou retomarmilitarmente o controle da província separatista da Ossétia doSul. O cancelamento do exercício seria, porém, a primeiraretaliação concreta. O Kremlin anunciou na terça-feira a suspensão das operaçõesmilitares, mas o governo pró-ocidental da Geórgia disse queMoscou continua bombardeando suas cidades e aldeias. (Reportagem de Andrew Gray)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.