Saad Shalash/Reuters
Saad Shalash/Reuters

EUA devolvem enorme base militar ao controle iraquiano

Complexo conjunto do Exército e da Força Aérea chegou a abrigar 36 mil soldados norte-americanos e outras forças no momento de pico da guerra

REUTERS

09 de novembro de 2011 | 07h53

BAGDÁ - Os militares dos Estados Unidos entregaram ao controle do governo iraquiano sua segunda maior base no Iraque, um complexo conjunto do Exército e da Força Aérea que chegou a abrigar 36 mil soldados norte-americanos e outras forças no momento de pico da guerra, disseram autoridades dos EUA.

A base conjunta de Balad foi entregue aos iraquianos na terça-feira, quando deixaram o local os últimos integrantes de uma unidade militar dos EUA, enquanto o país se prepara para retirar todas as suas forças do Iraque até o fim do ano.

Cerca de 30 mil soldados norte-americanos permanecem no Iraque, que os EUA invadiram em 2003.

O governo norte-americano pretende retirar todas as suas tropas do país até o fim do ano, já que não chegou a um acordo com o governo iraquiano para manter uma presença em pequena escala.

Antes da invasão dos EUA, Balad era conhecida como base aérea a-Bakr, em homenagem a Ahmed Hassan al-Bakr, que presidiu o país antes de Saddam Hussein. Ela foi tomada pelas forças norte-americanas em abril de 2003, rebatizada como Camp Anaconda e, posteriormente, base conjunta de Balad.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAIRAQUEBASE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.