EUA dizem desconfiar de resultados de eleições no Zimbábue

Os Estados Unidos questionam aconfiabilidade de qualquer resultado das eleições do Zimbábueque possa ser apresentado, já que ele ainda não foi divulgadodepois de três semanas da votação, disse na quinta-feira amaior diplomata dos Estados Unidos na África. "Agora, nós duvidamos da credibilidade de qualquerresultado que for publicado", disse a Secretária Assistente deEstado, Jendayi Frazer, em um informe à imprensa em Petrória. Frazer, que faz uma viagem pela região, disse que opresidente do Zimbábue, Robert Mugabe, está rejeitando avontade de seu povo e acrescentou que os Estados Unidos apóiamos pedidos de embargo de armas no país africano. Ela também disse que o Conselho de Segurança da ONU deveriadiscutir a situação do Zimbábue depois das eleições. Os resultados das eleições de 29 de março ainda não foramanunciados e uma votação parlamentar vencida pela oposiçãotambém está sob suspeita devido a recontagens parciais. (Reportagem de Paul Simão)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.