EUA dizem que proibição de viagens por Ebola não está sendo considerada agora

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, está disposto a "manter a mente aberta" sobre a imposição de uma proibição de viagens como parte dos esforços dos EUA para combater o Ebola, mas a medida não está sendo considerada neste momento, disse o porta-voz da Casa Branca Josh Earnest nesta sexta-feira.

REUTERS

17 de outubro de 2014 | 15h01

"Neste momento, como a nossa principal prioridade é proteger o povo norte-americano, então não vamos colocar em prática a proibição de viagens", disse Earnest, porque daria às pessoas que buscam viajar para os Estados Unidos "um incentivo a não serem sinceras sobre seu histórico de viagem."

(Por Mohammad Zargham)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAEBOLAVIAGENS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.