EUA dizem ter matado militantes que derrubaram helicóptero

Forças da coalizão no Afeganistão mataram os militantes do Taliban que abateram um helicóptero dos Estados Unidos no fim de semana, mas não o líder insurgente conforme se acreditava inicialmente, disse nesta quarta-feira o principal comandante dos EUA no Afeganistão.

REUTERS

10 Agosto 2011 | 10h32

"Nós tratamos deles em um ataque cinético", disse o general John Allen, comandante das forças dos EUA e da Otan no Afeganistão, a jornalistas no Pentágono.

A queda do helicóptero, que matou 30 soldados norte-americanos e oito afegãos, foi o incidente com o maior número de mortos envolvendo as forças dos EUA desde o início da guerra do Afeganistão, há quase uma década.

Um comunicado da Otan divulgado mais cedo afirmava que a operação tinha matado o líder do Taliban Mullah Mohibullah

(Reportagem de Phil Stewart)

Mais conteúdo sobre:
EUAAFEGANISTAOHELICOPTERO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.