EUA doam US$30 milhões para educação de crianças iraquianas

Os Estados Unidos prometeram, nestaterça-feira, 30 milhões de dólares em fundos de emergência paraajudar crianças iraquianas a frequentarem escolas nos paísesvizinhos que abrigam famílias que fugiram por causa da guerra. A secretária assistente de Estado dos EUA, Ellen Sauerbrey,disse que o dinheiro vai contribuir com um recente pacote de129 milhões de dólares de agências da Organização das NaçõesUnidas (ONU) para levar 155 mil jovens refugiados iraquianospara as salas de aulas neste ano escolar. "Os EUA acreditam que a resposta para as necessidades dosrefugiados iraquianos é melhor dirigida por meio de um esforçomultilateral", disse Sauerbrey durante uma visita a uma escolapública jordaniana onde crianças iraquianas se matriculam semrestrições. Cerca de 4 milhões de 26 milhões de iraquianos deixaram opaís em direção à Síria, Jordânia e outros países ou trocaramsuas casas por outras localidades mais seguras dentro doIraque, de acordo com agências de ajuda. Por volta de 500 mil iraquianos que fugiram estão em idadeescolar e a maioria tem limitado ou nenhum acesso à educação emseus novos países, que enfrentam dificuldades econômicas. A Síria informa que o fluxo de iraquianos para o paísacarreta enormes custos para seu sistema subsidiado e pressionaos serviços públicos. A Jordânia diz que seus 750 mil iraquianos refugiadoscustam 1 bilhão de dólares por anos, o que tensiona os recursosde uma país de apenas 5,6 milhões de habitantes. (Por Suleiman al-Khalidi)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.