EUA enviarão 600 soldados para leste europeu por situação na Ucrânia

Os Estados Unidos vão enviar cerca de 600 soldados norte-americanos para a Polônia e os três Estados bálticos para participar de exercícios nos próximos dias para tranquilizar os aliados da Otan após a tomada da região ucraniana da Crimeia pela Rússia, disse o Pentágono nesta terça-feira.

Reuters

22 de abril de 2014 | 16h13

O contra-almirante John Kirby, um dos principais porta-vozes do Departamento de Defesa, afirmou que os exercícios bilaterais previstos para Polônia, Letônia, Lituânia e Estônia estavam além do cronograma de treinamento regular que os militares dos EUA têm com esses países e foram adicionados devido aos acontecimentos na Ucrânia.

"Os Estados Unidos levam a sério nossas obrigações nos termos do artigo 5º da aliança da Otan, ainda que estes não sejam exercícios da Otan", disse Kirby.

"É uma representação muito tangível do nosso compromisso com nossas obrigações de segurança na Europa."

(Reportagem de David Alexander)

Tudo o que sabemos sobre:
EUATROPASEUROPA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.