EUA estudam fechar embaixada em Damasco com piora de segurança

Os Estados Unidos consideram fechar sua embaixada em Damasco, na Síria, devido à deterioração da situação de segurança no país, mas ainda não tomou uma decisão definitiva, disse uma autoridade norte-americana nesta sexta-feira.

REUTERS

20 de janeiro de 2012 | 19h59

A autoridade afirmou que os Estados Unidos pediram ao governo do presidente sírio, Bashar al-Assad, que implementasse mais medidas de segurança, o que ele ainda não fez.

"Queremos que algo aconteça, de preferência logo", disse a autoridade que falou sob condição de anonimato.

(Reportagem de Andrew Quinn)

Tudo o que sabemos sobre:
EUASIRIAEMBAIXADA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.