EUA impõem novas sanções contra o Hezbollah por ajudar a Síria

O Tesouro dos Estados Unidos impôs nesta sexta-feira uma nova rodada de sanções econômicas contra o Hezbollah por prestar apoio ao governo do presidente da Síria, Bashar al-Assad.

Reuters

10 de agosto de 2012 | 14h35

As recentes ações do Tesouro contra a Síria vão congelar qualquer ativo que o Hezbollah possa ter sob jurisdição dos EUA e proibir os norte-americanos e as empresas dos EUA de negociar com eles.

O Hezbollah vem prestando treinamento, aconselhamento e apoio logístico extenso ao governo da Síria, informou o Tesouro dos EUA em um comunicado anunciando as sanções financeiras.

(Reportagem de Rachelle Younglai)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAHEZBOLLAHSANCOES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.