EUA liberam 1o teste de terapia com célula-tronco humana

A FDA, órgão que regula medicamentos e alimentos nos Estados Unidos, abriu o caminho para o primeiro estudo mundial de terapia com células-tronco embrionárias humanas, disse na sexta-feira a Geron Corp. A empresa de biotecnologia sediada na Califórnia pretende iniciar um teste clínico para tentar usar as células-tronco para cultivar tecidos de nervos em pacientes com danos agudos à medula óssea. "Isto marca o início do que é potencialmente um novo capítulo na medicina, que vai além dos comprimidos para alcançar um novo nível de cura: a restauração da função de órgãos e tecidos obtida com a injeção de células substitutas saudáveis", disse em comunicado à imprensa o executivo-chefe da Geron, Thomas Okarma. As ações da Geron subiram quase 30 por cento, chegando a 6,75 dólares na negociação eletrônica pré-mercado na Nasdaq. A FDA (Administração de Alimentos e Drogas) rejeitara o primeiro pedido da Geron de fazer um teste com as GRNOPC1, ou células progenitoras oligodendrogliais. O teste foi adiado em maio. "Se o GRNOPC1 acabar tornando-se o primeiro medicamento de células-tronco embrionárias humanas a ter aprovado seu pedido de licença biológica, isso pode ser tão importante para a terapia medicamentosa quanto foi a descoberta do Salvarsan ou da penicilina", disseram em comunicado os analistas de medicamentos Stephen Brozak e Daniel Mallin, da WBB Securities LLC. O Salvarsan foi a primeira droga moderna usada para tratar a sífilis no início do século passado. Joel Sendek, da Lazard Capital Markets, demonstrou cautela. "As terapias à base de células carregam risco regulatório substancialmente maior do que as drogas tradicionais de moléculas ou as terapias protéicas", disse ele. O ex-presidente George W. Bush vinha discordando do Congresso, dos cientistas e dos proponentes da terapia com células-tronco havia anos e, através de decreto, tinha restringido o financiamento federal de trabalhos envolvendo células-tronco embrionárias humanas. A expectativa generalizada é que o presidente Barack Obama, que sucedeu a Bush na terça-feira, revogue a ordem executiva de Bush. Embora a FDA diga que não toma decisões com base política, a empresa divulgou a decisão apenas dias após a posse de Obama na presidência. As células-tronco são as células mestres do organismo, a origem de todos os tecidos, órgãos e sangue. As células-tronco embrionárias são vistas como as mais poderosas, já que têm o potencial de dar origem a qualquer tipo de tecido. Mas elas são difíceis de produzir e requerem o uso de um embrião ou de tecnologias de clonagem. A Geron e algumas outras empresas vinham trabalhando nesse sentido sem a ajuda de verba federal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.