Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Andrew Harnik/AP
Andrew Harnik/AP

EUA não têm intenção de mudar concessão de Guantánamo, diz Kerry

Secretário de Estado obsrevou que a questão é uma diferença entre as duas nações mesmo que elas estejam se esforçando para normalizar as relações diplomáticas

O Estado de S. Paulo

20 de julho de 2015 | 16h46

WASHINGTON - O secretário de Estado americano, John Kerry, disse nesta segunda-feira, 20, que os Estados Unidos não têm a intenção, neste momento, de alterar seu contrato de concessão existente em relação à sua base naval na Baía de Guantánamo, em Cuba.

Em uma entrevista coletiva ao lado do seu colega cubano, Kerry observou que a questão é uma diferença entre as duas nações, mesmo que elas estejam se esforçando para normalizar as relações diplomáticas.

O ministro das Relações Exteriores de Cuba, Bruno Rodríguez, disse a jornalistas que a base militar e questões remanescentes sobre o embargo comercial permanecem como as principais preocupações para a ilha caribenha, mesmo depois de ter reaberto a embaixada em Washington nesta segunda-feira.

Kerry saudou o "novo começo" das relações entre Estados Unidos e Cuba, mas disse que a normalização completa será um processo longo e complexo. O secretário de Estado também disse que há "muito a ganhar" ao incentivar viagens e o fluxo livre de informações entre os dois países, bem como a retomada do comércio e da flexibilização das visitas familiares. / REUTERS 

Tudo o que sabemos sobre:
EUACubaJohn Kerry

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.