EUA nomeiam chefe de segurança aérea nesta segunda

Segundo canal 'CNN', ex-general Robert Harding estará à frente da Administração de Segurança de Transportes

estadao.com.br,

08 de março de 2010 | 08h00

Um ex-general que serviu 33 anos ao Exército dos EUA deve ser nomeado pelo presidente Barack Obama nesta segunda-feira, 8, como chefe da Administração da Segurança nos Transportes (TSA, na sigla em inglês), disseram fontes do governo ao canal de notícias CNN.

 

Segundo funcionários da Casa Branca, Robert Harding, general aposentado, será anunciado como chefe da TSA pela secretária de Segurança Doméstica, Janet Napolitano, ainda nesta segunda. "A chefia da TSA é o mais importante cargo ainda não preenchido no governo de Obama. Harding tem a experiência e a perspectiva para fazer a diferença à frente da agência", disse uma das fontes.

 

Em setembro, Obama nomeou Errol Southers, um oficial de Polícia do aeroporto de Los Angeles, para o cargo. Os senadores republicanos, porém, se opuseram à indicação. Em janeiro, Southers desistiu da nomeação depois de alguns parlamentares questionarem sua mudança de discurso sobre uma ação movida contra ele há alguns anos.

 

Harding será o primeiro negro a chefiar a TSA. O ex-general trabalhava como diretor-executivo da Harding Security Associates, uma agência de inteligência contratada pelo governo que foi fundada em 2003 e vendida em 2009. De 1996 até 2000, Harding foi diretor de operações da Agência de Defesa e Inteligência. Antes, foi diretor de inteligência do Comando Sul do Exército.

 

A TSA foi criada meses depois dos atentados terroristas de 11 de setembro contra o World Trade Center, em Nova York. Desde então, a agência ficou responsável pela segurança dos aeroportos e a cargo de procedimentos como a revista de passageiros e bagagens de voos comerciais.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAsegurançaaviaçãodefesa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.