EUA oferecem recompensa por autores de incêndios

Autoridades oferecem US$ 150 mil; segundo Corpo de Bombeiros da Califórnia um dos focos foi provocado

Efe,

26 de outubro de 2007 | 02h24

As autoridades dos Estados Unidos ofereceram até US$ 150 mil de recompensa por informação que leve à captura dos autores dos incêndios que arrasaram grande parte da região sul do estado da Califórnia. Veja também:Bush vai à Califórnia para evitar acusações de omissãoIncêndios deixam 1 milhão de desabrigadosBush viaja para avaliar catástrofe Chamas ameaçam mansões de famososIncêndios atrapalham filmagens de seriados Reportagem da CBC (YouTube)Reportagem da Midwest Television (YouTube) O chefe de bombeiros do condado de Orange, Chip Prather, informou que a recompensa foi oferecida após a constatação de que pelo menos um dos incêndios, perto de Santiago, foi provocado deliberadamente. "Foi um caso confirmado de piromania. Encontramos as provas no local", disse. Prather explicou que o escritório do governador Arnold Schwarzenegger, a Agência de Álcool, Tabaco, Armas de Fogo e Explosivos e a Agência de Pesquisas Federais (FBI) contribuíram com US$ 50 mil cada uma para a recompensa. Schwarzenegger afirmou que quem quer que seja declarado culpado pelos incêndios receberá um duro castigo da Justiça. O Departamento de Bombeiros de Los Angeles investiga um homem, identificado como Catalino Pineda, que teria causado um dos incêndios no vale de San Fernando, no noroeste da cidade. A porta-voz do departamento, Kate López, disse à rede de televisão CNN que Pineda foi detido na quarta-feira. Testemunhas disseram que viram o suspeito ateando fogo a uma encosta.

Tudo o que sabemos sobre:
CalifórniaincêndiosEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.