EUA prendem 303 em operação contra cartel do México

Agências de segurança norte-americanas prenderam 303 pessoas em 19 estados nos últimos dois dias, em uma tentativa de interromper a rede de distribuição de um importante cartel de drogas mexicano, disseram autoridades dos Estados Unidos nesta quinta-feira.

REUTERS

22 de outubro de 2009 | 15h15

"Hoje nós demos um passo para desmantelar um grupo que se esconde por trás de um escudo de ideologia enquanto aterroriza comunidades no México e distribui drogas em nossos bairros aqui nos Estados Unidos", disse o diretor do FBI, Robert Muller, em uma coletiva de imprensa.

Mueller disse que nos últimos anos o cartel "La Familia" se transformou "de um cartel de drogas a uma sofisticada organização criminosa".

O promotor-geral dos EUA, Eric Holder, disse que as prisões fazem parte de 44 meses de investigação, que levou à detenção de cerca de 1.200 pessoas sob acusações relacionadas ao tráfico de drogas e à apreensão de mais de 11,7 toneladas de narcóticos ilegais desde sua criação.

La Familia é um cartel violento, baseado no estado de Michoacan, no sudoeste do México, disse o Departamento de Justiça dos EUA.

O departamento disse que, segundo documentos da corte, La Familia controla a manufaturação e a distribuição de drogas, incluindo a importação de grandes quantidades de cocaína e metanfetamina do México para os Estados Unidos.

Tudo o que sabemos sobre:
EUADROGASMEXICO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.