EUA preparam ajuda militar não-letal à oposição síria

Os Estados Unidos planejam oferecer equipamentos no valor de 100 milhões de dólares para a oposição síria, o que pode incluir pela primeira vez instrumentos de apoio ao combate, como blindagens corporais e óculos de visão noturna, segundo uma fonte oficial.

MATT S, Reuters

19 de abril de 2013 | 20h17

O secretário de Estado John Kerry deve anunciar o pacote durante uma conferência internacional sobre a Síria, a ser realizada no fim de semana na Turquia.

Mas Washington manterá sua recusa em fornecer armas aos insurgentes que lutam contra o presidente Bashar al Assad, e a ajuda é bem mais modesta do que queriam a oposição síria, aliados como Grã-Bretanha e França e alguns parlamentares norte-americanos.

Mas os novos passos, embora limitados, sugerem que a Casa Branca continua avançando lentamente rumo a um papel mais direto no auxílio à oposição síria.

O fornecimento de blindagens corporais e óculos de visão noturna seria "consistente com a orientação do presidente (Barack Obama) no sentido de buscar formas de ampliar a assistência à oposição", disse a fonte dos EUA, pedindo anonimato.

Tudo o que sabemos sobre:
EUASIRIAAJUDA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.