EUA protestam por ação perigosa de caça chinês perto de avião da Marinha

Os Estados Unidos apresentaram um protesto formal ao governo chinês devido a uma interceptação ocorrida nesta semana em que um avião militar chinês voou perto de um caça de patrulha da Marinha dos EUA e conduziu manobras acrobáticas ao redor dele em espaço aéreo internacional, disse o Pentágono nesta sexta-feira.

REUTERS

22 de agosto de 2014 | 14h52

O contra-almirante John Kirby, secretário de imprensa do Pentágono, disse que o incidente aconteceu na terça-feira, 200 quilômetros a leste da ilha Hainan. Ele disse que o avião de combate chinês voou de 20 a 30 pés (7 a 10 metros) de distância do avião de patrulha marítima P-8 Poseidon.

(Reportagem de David Alexander)

Tudo o que sabemos sobre:
EUACHINAINTERCEPTACAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.