EUA rejeitam proposta de tratado de paz de Pyongyang

País exige que Coréia cesse totalmente suas atividades nucleares para retomar diálogo

Efe,

11 de janeiro de 2010 | 21h52

Os Estados Unidos rejeitaram nesta segunda-feira, 11, a proposta da Coreia do Norte de assinar um tratado de paz em substituição ao armistício que acabou com a Guerra da Coreia,enquanto o diálogo entre os seis lados não seja retomado e o país da Ásia não cesse seu programa nuclear.

 

Veja também:

linkCoreia do Norte pede tratado de paz e fim de sanções

 

"Deixamos claro que se Coreia do Norte aceitar a retomada do diálogo de seis lados (EUA, Japão, China, Rússia, Coreia do Sul e Coreia do Norte), estará dando um passo rumo à desnuclearização, e então um amplo leque de outras possibilidades estarão abertas", disse nesta segunda o porta-voz do Departamento de Estado, Philip Crowley.

 

A resposta à proposta norte-coreana é similar a da secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, em fevereiro, após um discurso na Sociedade Asiática de Nova York.

 

Se Pyongyang abandonar totalmente e de "maneira verificável" seu programa nuclear, os EUA "estariam dispostos a normalizar as relações bilaterais, substituir o armistício na península com um acordo de paz permanente e ajudar a completar as necessidades econômicas e outras dos norte-coreanos", declarou, na ocasião, Hillary em uma teleconferência com a imprensa.

 

A Coreia do Norte propôs nesta sexta realizar uma reunião para discutir o tratado de paz que substitua o atual armistício que acabou com a Guerra da Coreia (1950-1953).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.