EUA rejeitam proposta do Irã de vincular combate ao Estado Islâmico a concessões em programa nuclear

Os Estados Unidos rejeitaram nesta segunda-feira uma proposta aventada por autoridades do Irã na qual o governo de Teerã cooperaria no combate aos militantes do Estado Islâmico em troca de uma flexibilização no programa nuclear iraniano.

REUTERS

22 de setembro de 2014 | 14h13

Autoridades iranianas de alto escalão disseram à Reuters que o Irã está disposto a trabalhar junto com os Estados Unidos e seus aliados para deter os combatentes do Estado Islâmico, mas gostaria de obter em troca uma maior flexibilidade no programa iraniano de enriquecimento de urânio.

Perguntado sobre o tema, o porta-voz da Casa Branca John Earnest rejeitou a proposta iraniana. Ele disse que os esforços de potências mundiais para convencerem o Irã a desistir de seu programa nuclear é "totalmente separada" da tentativa do presidente dos EUA, Barack Obama, de formar uma coalizão contra o Estado Islâmico.

"Os Estados Unidos não ficarão em uma posição de negociar aspectos do programa nuclear iraniano para assegurar compromissos para enfrentar o EIIL", disse ele, usando a antiga sigla do Estado Islâmico.

(Reportagem de Roberta Rampton e Steve Holland)

Mais conteúdo sobre:
EUAIRAESTADOISLAMICOREJEITA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.