Reuters
Reuters

EUA têm incêndios florestais em seis Estados

Focos de fogo consumiram mais de 500 km de vegetação nos últimos dias

REUTERS

25 Maio 2012 | 18h48

SANTA FE - Os bombeiros tentam conter na sexta-feira, 25, um enorme incêndio florestal que já queimou uma dúzia de casas no Novo México. Vários focos de fogo consumiram mais de 500 quilômetros quadrados de vegetação nos últimos dias em seis Estados norte-americanos.

Veja também:

link Incêndio atinge Aeroporto Internacional de Ezeiza, na Argentina

Essas áreas do Arizona, Colorado, Michigan, Nevada, Novo México e Utah são pouco povoadas, mas várias pequenas cidades tiveram de ser desocupadas. Os fortes ventos contribuem para a difusão do fogo pelo mato seco.

A maior preocupação é o incêndio na Floresta Nacional Gila, perto da divisa entre Novo México e Arizona, onde quase 340 quilômetros quadrados já foram queimados até a manhã de sexta-feira, segundo a porta-voz Iris Estes.

Segundo ela, os bombeiros desmataram uma faixa ao norte do incêndio e esperavam que os ventos dirijam as chamas para lá até o fim da manhã (hora local).

O trabalho dos bombeiros durante a madrugada poupou mais de 45 casas de veraneio remanescentes na área. Ao todo, 12 casas e 13 anexos foram destruídos, disse Estes.

A porta-voz disse que o fogo "se espalhou e se deslocou em todas as direções" na noite de quinta-feira, e que isso permitiu que os bombeiros se aproximassem das chamas e desmatassem faixas com escavadeiras.

Mais de 500 pessoas participam do combate ao fogo, e a população da vizinha localidade de Mogollon foi orientada a se retirar voluntariamente.

No vizinho Arizona, quase mil bombeiros usando aeronaves e ferramentas manuais conseguiram progresso na contenção do maior e mais perigoso foco de incêndio do Estado, o chamado Incêndio Gladiador.

Esse incêndio queimou mais de 65 quilômetros quadrados de pinheirais e outros tipos de vegetação, numa área cerca de 65 quilômetros ao norte de Phoenix. Autoridades dizem que na sexta-feira ele já havia sido mais de 35 por cento contido. O progresso permitiu que alguns moradores voltassem a três pequenas comunidades pela primeira vez em 13 dias.

Mais conteúdo sobre:
EUA FOGO FLORESTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.